Amigo, estou aqui.

Você conhece a diferença do ouvir e do escutar? Podem parecer palavras sinônimas, mas o ouvir refere-se ao sentido da audição, já o escutar requer uma atenção, interpretação e um entendimento do que é dito. Vasculhando as páginas dos projetos do Batuíra me deparei com um termo usado entre os agentes de abordagem social chamado “Escuta Qualificada”. Bom, o que é isso, afinal?

O trabalho da Abordagem Social consiste em mapear e abordar pessoas em situação de rua e a partir daí inciar um processo de saída das ruas e garantia de benefícios sociais. A principal ferramenta da equipe é a escuta. Sim, a escuta para além daquilo que está sendo falado.

Abordar uma pessoa nesta situação é exercitar a empatia e a interpretação. É preciso ir além, reconhecer os sinais, as situações paralelas, as marcas sociais, para que, só assim, o encaminhamento seja o correto. É uma conversa de uma escuta que respeita o indivíduo com diferentes histórias e necessidades que, às vezes, só precisam de uma compreensão livre de julgamentos e de uma orientação sábia e não precipitada.

Quando entendi sobre isso, percebi que a escuta qualificada é uma prática que podemos inserir no cotidiano. Bons relacionamentos são calcados na troca de diálogos assim. Na dúvida, estenda a mão, dê ouvidos, escute.

Categories:

Tags:

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *